O casamento perfeito


E não, eu não estou falando do relacionamento que teria tudo para dar certo entre Brad Pitt e eu, embora ele esteja insistindo, nunca perdoarei o que ele fez com Jennynha e Joy-li. 😜

Pra quem já teve a oportunidade de estar em alguns dos meus cursos, sejam os da faculdade, sejam os feitos pelo MoM, sabe que em nossa segunda aula abordamos o assunto.

Ele se dá pelo fato de que "ambas as partes" se comunicam sempre com muito entrosamento.

Maquiagem é arte. Uma arte expressada em forma de cor, mesmo que seja em preto e branco.
Esses dias vendo um vídeo qualquer, tive que aguentar uma CRIATURA dizendo em alto e bom som que pra ser maquiador você não precisa ter um dom, é só ter técnica. 😫 #QuaseVomitei #Desculpem
Mas isso é assunto pra um de nossos vídeos... 😉

Moda. Palavra curtíssima porém de impacto GIGANTESCO. Amo. Amo moda.
A maquiagem está para a moda assim como a moda está para a maquiagem. Este é o casamento mais perfeito desta vida.

IMPOSSÍVEL um viver sem o outro. Não tem como. Não existe essa possibilidade.
Façam o teste.
TESTE 1: Saiam na rua sem NADA de maquiagem e com uma roupa belíssima AND caríssima AND elegantíssima.
TESTE 2: Saiam na rua com uma maquiagem bem feita (não precisa ser alta produção..) e com calça jeans, camiseta do vereador da última campanha eleitoral e chinelo daquela marca que me dá alergia.. as havaianas.
Depois cês podem vir aqui nos comentários e contar qual foi a reação das pessoas.. (embora eu já saiba!..😁)

Quarta-feira passada comecei a assistir a série GirlBoss. Simplesmente me apaishoney.
Vou descrever em três partes breves.

1ª >>> O início: a série conta a história de uma mulher que estava sem rumo na vida e decide abrir uma loja de brechó através de um site de compra, o Ebay.
Essa parte inicial me encanta muuuito porque amo empreendedorismo e pessoas com atitude, que resolvem levantar o busanfã da cadeira e fazerem alguma coisa para mudar, seja lá o que for.
Pra completar, ela tem um vizinho mara e uma melhor amiga que, pra minha amável surpresa (não me lembro em qual episódio) é maquiadora! 😍 Meu amor pela série continua a crescer a cada segundo.. naquele tipo de comer a história com os olhos, saca?



Me vejo muito nessa amiguenha. Muito mesmo. Desde a maneira com que ela faz a coleguinha entender que é capaz, até a maneira como se porta em sua própria vida.
É a Kaka Fagundez com certeza. 😊

2ª >>> Começo a ter "mini-ódio" da personagem principal. Egoísta, egocêntrica, fria e calculista. Apenas o mundinho dela interessa. #Ranso 
Não prezo por pessoas assim perto de mim. Não faço nenhuma questão.
Só que o mais interessante dessa 'jornada' é que ela planta o que é ruim e aprende na dor (o que não seria diferente) que precisa pensar nos outros, nas atitudes inconsequentes e imaturas que prejudicam as pessoas que mais estão dispostas a sempre contribuir com o sonho dela.
Ela tem um estilo de vida que também não me atrai muito e quem convive comigo sabe o quanto sou chata pra caramba com limpeza e organização. Ela, a casa e a vida são um caos. (Ahhh, eu apenas um dia naquele lugar.. tacava tudo pela janela.. hahahahahah)




3ª >>> O mais inusitado acontece (na série mesmo, porque na vida real é certo que acontece todo santo dia..😤). A criatura que queria ficar com ela, e insistiu tanto, dá o "migué" (se você não sabe o que é "migué", assiste a série! 😜) De fato, nada NUNCA vai justificar, mas ela plantou, então colher não seria novidade.
Depois de muita dor, acaba crescendo e conquistando o seu sonho.
E tudo isso porque teve luta, acreditou e fez acontecer,




O nome dela é o mesmo nome que eu daria se tivesse uma filha: Sofia.

O que disseram por aí..

"Ao contrário do que o título possa sugerir, a série não é só para garotas e muito menos corporativa. O caminho da menina que comia pão do lixo até construir um império da moda surge como metáfora perfeita de como entrar na vida adulta mesmo sem querer. E sem trocadilho nenhum para a expressão "do luxo ao lixo". Ou melhor, do lixo ao luxo....

Sophia Amoruso é a criadora da Nasty Gal, comércio de roupas que surgiu como uma conta no e-Bay, virou loja online e chegou a ter dois espaços físicas em pontos disputados de Los Angeles. Tudo isso em apenas sete anos. E apesar de 
a Nasty Gal ter entrado com um pedido de falência no final de 2016, "Girlboss" é baseada no livro best-seller homônimo lançado por Sophia Amoruso em 2014, quando ela ainda estava no auge."





A atriz que interpretou o papel de Sofia foi Britt Robertson, que se vocês assistirem, me confirmem que não estou louca, mas se parece muito com a "sem-gracinha" dos 50 e tantos tons, porém essa tem mais atitude.

Buenas, espero que curtam muito, porque vale MEGA  a pena cada episódio.
Eu obviamente acabei em 3 dias. Não sou ansiosa, mas estava com tanta raiva dela que queria ver o desfecho.
Observem as maquiagens na série e então vão entender sobre o que eu me referi no início deste post. 😉

Bêzo,



Nenhum comentário: