A zona é de conforto ou desconforto?


Buenas, apesar de não ser um blog de reflexão e\ou afins, resolvi compartilhar o que acabei de ler através deste e-mail que me foi enviado por uma amiga\leitora que considero muito pois nos conhecemos desde a época de escola.
Saudades Môni! #LoveU
E só resolvi publicar por ter certeza de que meus pensamentos compactuam com o 'espírito' embutido no texto.
É simples. Simples e objetivo.
#Mira



... não se faça de coitado! ... ATITUDE = VIDA ... 



SAIR OU PERMANECER EM CIMA DO PREGO

"Em dado ponto da estrada, que cortava um deserto, o homem resolve parar o carro num posto de gasolina para abastecê-lo. Vê um velhinho perto da bomba de combustível e ao seu lado um cachorro deitado, que uivava de dor. O homem pede que o velhinho ponha a gasolina e fica observando intrigado o cachorro que não parava de gemer. O que acontece com esse cão ? perguntou o escritor ao velho - Por que ele não pára de uivar ? Ah, diz o velho, é porque ele está deitado na tábua. Só por isso, pergunta o escritor ? Bem, diz o velho, é que na tábua há um prego. Sei, diz o homem, e por que ele simplesmente não sai de cima do prego ? Meu amigo, responde o velhinho, é porque a dor é suficiente apenas para que ele gema e se lamente. Mas não é suficiente para que ele saia de cima do prego."
 

O texto tem essa sequência:
"Em muitos momentos agimos assim. Algo nos incomoda, chateia e atrapalha o crescimento em diversos sentidos. Contudo, nos habituamos tanto aquele estado de coisas que vamos deixando simplesmente as coisas ficarem como estão. Até nos queixamos, reclamamos, falamos, mas pouco empreendemos na direção de uma mudança real. A possibilidade de mudança está na atitude e não na fala. Falar apenas é um hábito que nos mantém em cima do prego."

Concluo com minhas palavras:
"e se a dor aumentar a um nível insuportável, será que conseguiremos sair de cima do prego ou será tarde demais?"


Espero que tenha auxiliado alguém que está em cima e quer ardentemente mudar o rumo.

Besos.



#OJ


Nenhum comentário: