A Origem - Parte 8




Bora falar de coisa boa? ... vamos falar da Iogurteira Top Therm de uma das marcas que mais capricha nas suas cores e principalmente nas suas embalagens.
Ele, mais do que um estilista, é uma lenda. Seu nome está atrelado à sofisticação e ao requinte, ao corte perfeito, ao equilíbrio, acima de tudo.
A extrema elegância sempre foi a principal marca das criações clássicas (#Adoro).
Um francês reconhecido mundialmente por seu trabalho coerente e requintado.


Momento Cultura no MoM 

O estilista Hubert-James Marcel-Taffin Givenchy nasceu no dia 21 de fevereiro de 1927 na cidade francesa de Bauvais. Filho do marquês Lucien Taffin de Givenchy e de Béatrice de Givenchy, seu avô dirigia uma oficina de tapetes na cidade. Muito cedo ele já demonstrava seu interesse pela moda. Aos dez anos, ao visitar uma exposição de figurinos dos mais famosos estilistas franceses, ele se identificou imediatamente com o universo luxuoso da alta-costura, contrariando o sonho de seus pais, que queriam vê-lo advogado. Aos 17 anos ele foi direto para a Escola de Belas Artes de Paris e trabalhou com grandes nomes da moda - foi assistente de Jacques Fath, Robert Piguet ,Lucien Lelong, ao lado de Pierre Balmain e Christian Dior, e, mais tarde, em 1949, braço direito de Elsa Schiaparelli. #Pense


Abriu sua própria maison em fevereiro de 1952, localizada no número 8 da rue Alfred de Vigny, na Monceau Plain, a oeste de Paris.
No ano seguinte abriu lojas em Buenos Aires, Roma e Zurique. Suas criações eram luxuosas.
Foi também em 1953 que Hubert de Givenchy conheceu a sua musa inspiradora, a atriz Audrey Hepburn, e passou a criar modelos para seus filmes. Além de Audrey Hepburn, ele vestiu outras personalidades famosas, como Gloria Guinness, Dolores Guinness, Greta Garbo, Elizabeth Taylor, Marléne Dietrich, Jacqueline Kennedy, Grace Kelly e a duquesa de Windsor, representantes também de inquestionável elegância e glamour.

Em 1957, lançou o seu primeiro perfume feminino, chamado Le De. Originalmente vendido a poucos seletos clientes e amigos pessoais, atualmente ele só é encontrado em Paris, nas galerias Lafayette e Printemps, na Saks, em Nova York e na Harrods e Selfridges, em Londres. Ainda neste ano, criou o perfume L'Interdit, em homenagem a Audrey Hepburn; em 1959 o Monsieur Givenchy, seu primeiro perfume masculino.

E finalmente, em 1989 o lançamento da GIVENCHY BEAUTÉ, uma linha de cosméticos e maquiagens; e da SWISSCARE for GIVENCHY, uma linha de produtos para a pele.
Em 2004, lançamento da GIVENCHY Le Makeup, uma linha de maquiagem extremamente chique e moderna com cores inovadoras e novas fórmulas, que permitiam total controle sobre os efeitos na pele.



O estilista francês se despediu das passarelas em 11 de julho de 1995 com um desfile para poucos, sob os aplausos de toda sua equipe e dos mais importantes estilistas do mundo sentados na primeira fila. =(



"Para os que se preocupam com qualidade, o prestígio é a coisa mais importante. Acredito sempre na alta-costura e desejo que ela dure até o fim da minha carreira. Sempre a defendi, com a perfeição que ela implica. Não há duas maneiras de se exercer a profissão. Sucesso não é prestígio. O sucesso é passageiro, o prestígio é outro assunto. Ele persiste depois da gente. É preciso trabalhar para não ter trabalhado em vão."

                                                                                                                                Givenchy



Alguma muchacha tem apreço pela marca?!
Givenchy me gusta mucho!

Hasta.




#OJ


Nenhum comentário: