20.4.15

* Arquitetando * - Pra chamar de meu






Taí uma sala que poderia ser minha.

A sobriedade do clássico com a atitude das cores vivas! Combinação perfeita.
#Adoro

Uma janela 'ao estilo indiano', 
um sofá verde folha,
os ferros da mesa de centro que remetem à torre Eiffel,
almofadas roxas(!), 
capitonês,
abajur amarelo,
flores laranjas vibrantes e muito
muito estilo próprio.

#Inspira



Besos.


#OJ


16.4.15

#BelezaDeQuinta










#OJ


15.4.15

OQVestir -- Inverno, vem nimim!


E a #OQVestir pra variar alegrando nossos olhos e nos fazendo 'surtar' (positivamente, é claro) com cada peça lynda e cada 'montação' mais baphônica que a outra.

Mira:

... clica que giga ... 


Cheganu a estação mais tchuki-tchuki da vida ... 

#Sy
#Jo
#Ga


Besos.





#OJ


14.4.15

Cuidando dos cabelos - parte 1


Sim , nosso amado MoM trata de maquiagem.
Falamos também sobre estética e tudo relacionado ao bem estar facial e autoestima.
Mas como consultora de beleza responsável com meu trabalho (direta: com alunas e clientes, e indireta: com leitoras e admiradoras do mesmo) e com total transparência no que diz respeito à minha profissão, não seria diferente ao tratar de um assunto que, de fato, não domino totalmente, mas acabo aprendendo muito (mesmo!) com os diversos profissionais da área capilar com quem já tive a honra de trabalhar.
Um pouco daqui, um pouco de lá...testamos aqui, testamos mais um pouco e chegamos ao resultado que tanto almejamos.

Pra mim é tão maravilhoso explicar a uma criatura o quão importante é ela cuidar da pele, tratar manchas e linhas de expressão.
É tão fascinante ver o resultado estampado no rosto e assim torna-las ainda mais felizes.
Cuidar da pele não é difícil. Requer apenas atenção ao seguinte: Disciplina.
É simples.

E assim que a pele é devidamente limpa, hidratada e tratada, tem-se o resultado esperado.
Com as madeyshas não seria diferente.

Quem me conhece pessoalmente sabe o quanto procuro cuidar dos meus cabelos.
Tem quem o conheceu ainda preto e há quem só me conheça com eles do jeito que estão, loiros.

Mas independente de cor, textura e estilo, os cabelos devem ser cuidadosamente tratados. E quando me refiro a tratamento não me baseio somente em 'entupi-los' de cremes, e máscaras e mais cremes e ampolas e vitaminas e etc..etc..etc..

Cuidar dos cabelos vai além disso.

Há algum tempo, conversando com uma amiga, ela me relatava o seu cuidado com os cabelos e uma simples frase que ela disse me chamou a atenção e me faz sempre lembrar do que realmente é necessário para os fios ficarem sadios e consequentemente bonitos.

"O cabelo tem que ser alimentado. A gente precisa dar comida à ele"

Carrego isso comigo desde então, nesta simples frase.

E aí você me diz: mas isso eu já faço.
Pois é.
Provavelmente você tenha esse cuidado diariamente com ele. Lava, condiciona, passa protetor térmico, secador, chapinha e por aí vai...
Só tem um detalhe importantíssimo que pouquíssimos cabeleireiros orientam e que talvez você nunca tenha atentado no quanto isso é importante (!!!): O CABELO PRECISA SER LIMPO.
Mas como assim Kaka?! Eu limpo ele cada vez que tomo banho!
Lamento lhe informar, mas você não limpa como deveria. (((#MomentoTensão)))

Sim muchachos(as), a maioria (pra não sair atirando que são todas) de vocês não cuida. E eu não as culpo. A falta de informação e interesse dos 'profissionais' em deixar os clientes realmente satisfeitos é imensa, infelizmente.

Eu até ia escrever um post só, mas percebi que será muita informação pra uma cachola em pouco tempo, por isso dividi em 3, ok?!

POST 1 >>> LIMPANDO OS FIOS

É de extrema importância observarem e executarem essa primeira parte, pois é ela que fará toda a diferença.

Vou listar alguns produtos e sintam-se à vontade para escolher. Gosto sempre de enfatizar que, independente de marca ou valor investido, o mais importante é o procedimento.
E honestamente, não vejo necessidade em grandes gastos. Você pode obter resultado (e comprovadíssimo por muitas clientes minhas) com produtos simples, nacionais. #FicaDica

Procure no supermercado de costume ou em uma farmácia, um shampoo de limpeza.
ATTENTION!!!
Não é shampoo Anti-resíduos!!! É shampoo de limpeza. Simples. Sem nenhuma 'firula'.

Mira em três que já testei a aprovei:


Palmolive - Neutro

Seda Recarga Natural - Chá verde e extratos cítricos

Phytoervas (qualquer um da linha) - de preferência os transparentes (leitosos nem pensar!!!)


A princípio, lave apenas uma vez por semana. Na verdade tudo depende de o que faz com o cabelo.
A pergunta é: qual 'agressão' ele sofre durante os sete dias da semana?
Se a resposta é: todos os dias uso secador, chapinha, protetor, creme, silicone, gel, óleo, etc.. (enfim, se faz procedimento que pesa, suja o fio todo dia..) então sua limpeza deve ser feita duas vezes por semana.
Se a resposta é: não cuido muito do meu cabelo, apenas lavo com shampoo e condicionador... então está na hora de cuidar mais dele amigue. Ele não merece esse desprezo.  =(   Faça o procedimento pelo menos uma vez na semana.

E como fazer?

Com os cabelos úmidos, lave com um punhado de shampoo de limpeza espalhando por TODO o couro cabeludo e por TODA extensão do cabelo. TO-DO e TO-DA.
Não precisa usar força. Não precisa usar de agressividadhy. Não precisa usar azunha!!!
É só massagear bem.
Remova o shampoo e torne a fazer o procedimento.
Nesse momento você vai perceber que seu lindo cabelinho parecerá uma palha, o que é absolutamente normal... hehe.

O procedimento deve ser feito por duas vezes independente da marca escolhida. Okay?!


Continua...



#OJ



1.4.15

A zona é de conforto ou desconforto?


Buenas, apesar de não ser um blog de reflexão e\ou afins, resolvi compartilhar o que acabei de ler através deste e-mail que me foi enviado por uma amiga\leitora que considero muito pois nos conhecemos desde a época de escola.
Saudades Môni! #LoveU
E só resolvi publicar por ter certeza de que meus pensamentos compactuam com o 'espírito' embutido no texto.
É simples. Simples e objetivo.
#Mira



... não se faça de coitado! ... ATITUDE = VIDA ... 



SAIR OU PERMANECER EM CIMA DO PREGO

"Em dado ponto da estrada, que cortava um deserto, o homem resolve parar o carro num posto de gasolina para abastecê-lo. Vê um velhinho perto da bomba de combustível e ao seu lado um cachorro deitado, que uivava de dor. O homem pede que o velhinho ponha a gasolina e fica observando intrigado o cachorro que não parava de gemer. O que acontece com esse cão ? perguntou o escritor ao velho - Por que ele não pára de uivar ? Ah, diz o velho, é porque ele está deitado na tábua. Só por isso, pergunta o escritor ? Bem, diz o velho, é que na tábua há um prego. Sei, diz o homem, e por que ele simplesmente não sai de cima do prego ? Meu amigo, responde o velhinho, é porque a dor é suficiente apenas para que ele gema e se lamente. Mas não é suficiente para que ele saia de cima do prego."
 

O texto tem essa sequência:
"Em muitos momentos agimos assim. Algo nos incomoda, chateia e atrapalha o crescimento em diversos sentidos. Contudo, nos habituamos tanto aquele estado de coisas que vamos deixando simplesmente as coisas ficarem como estão. Até nos queixamos, reclamamos, falamos, mas pouco empreendemos na direção de uma mudança real. A possibilidade de mudança está na atitude e não na fala. Falar apenas é um hábito que nos mantém em cima do prego."

Concluo com minhas palavras:
"e se a dor aumentar a um nível insuportável, será que conseguiremos sair de cima do prego ou será tarde demais?"


Espero que tenha auxiliado alguém que está em cima e quer ardentemente mudar o rumo.

Besos.



#OJ